Mel & Mary amigas
Mel & Mary amigas › Mitos

on terça-feira, 24 de maio de 2016

Dragões

1. Dragões 



Dragões são, sem dúvida, uma das figuras mais enigmáticas que supostamente pisaram nesse planeta. Eles estão presentes em praticamente todas as histórias das civilizações. Existem manuscritos narrando confronto de cidades e seus exércitos nos primeiros séculos contra ataques de dragões. Tanto na Europa, quanto na Asia e nas Americas, existe lenda de dragões. Mitos que provém de épocas em que essas culturas não tinham entrado em contato. Como pode uma criatura que nunca existiu estar presente em todas as culturas sem ao menos haver a disseminação de uma cultura para outra?
Dragões ou dragos (do grego drákonδράκων) são representados como animais de grandes dimensões, normalmente de aspecto reptiliano(semelhantes a imensos lagartos ou serpentes), muitas vezes com asas, plumas, poderes mágicos ou hálito de fogo. A palavra dragão é originária do termo grego drakôn, usado para definir grandes serpentes.
Em vários mitos eles são apresentados literalmente como grandes serpentes, como eram inclusive a maioria dos primeiros dragões mitológicos, e em suas formações quiméricas mais comuns. A variedade de dragões existentes em histórias e mitos é enorme, abrangendo criaturas bem mais diversificadas. Apesar de serem presença comum no folclore de povos tão distantes como chineses ou europeus, os dragões assumem, em cada cultura, uma função e uma simbologia diferentes, podendo ser fontes sobrenaturais de sabedoria e força, ou simplesmente feras destruidoras.

Nunca encontrou-se nada além de relatos, tão pouco houve avistamentos de dragões. Sabe-se porém que os dragões eram odiados pelos humanos e que eram considerados inimigos dos homens. Alguns Criptozoologistas sugerem que eles tenham sido extintos na Idade Média. Entretanto, não há como explicar a ausência completa de evidencias. Nenhum fossil, ossada, carcaça até hoje foi encontrada. Tudo que se sabe sobre dragões vem de livros, textos, pinturas, desenhos e manuscritos da Antiguidade.