Lucas Santos
Lucas Santos › Mitos

on terça-feira, 24 de maio de 2016

Ya-Te-Veo

7. Ya-Te-Veo



A descoberta da Ya-Te-Veo faria com que os Biologos ficassem carecas instanteneamente. Eles arrancariam os cabelos e correriam de um lado para o outro, dando cambalhotas. Isso tudo porque a Ya-Te-Veo seria mais outra exceção na natureza: a fusão da fauna com a flora, ou seja, uma planta animal. Ya-Te-Veo segundo os contos africanos, é uma planta que anda – porque não dizer corre – com galhos que são parecidos com tentáculos que capturam animais, inclusive homens, que servem de alimento para a criatura.
Animais-Vegetais eram inconcebíveis para a Ciência até o aparecimento do Elysia chlorotica, um híbrido de bicho com planta. Cientistas de 3 universidades americanas descobriram que o Elysia conseguiu incorporar um gene das algas, o psbO, e por isso desenvolveu a capacidade de fazer fotossíntese. É o primeiro animal a se alimentar apenas de luz e CO2, como as plantas. “Ele consegue produzir sua própria energia, sem comer nada”, conta o biólogo Sidney Pierce, da Universidade da Flórida. Essa estranha capacidade é a mais nova proeza do Elysia, cujas habilidades evolutivas têm chamado a atenção da comunidade científica. Antes de se transformarem em híbridos de animal com vegetal, os moluscos dessa espécie costumavam engolir algas e usar os cloroplastos (pedaços de célula que contêm clorofila) delas para fazer fotossíntese. Os pesquisadores ainda não sabem como o molusco conseguiu se transformar em planta, mas tudo indica se tratar de um caso clássico de seleção natural.

O encontro de outra espécie hibrída entre o vegetal e o animal teria faria a Ciência rever suas classificações. Em especial, a Ya-Te-Veo, que claramente apresenta características de um animal carnívoro, todavia, é visualmente uma planta.